Colóquio Internacional "Aviadores-Escritores, Escritores-Aviadores"

A LPAZ, Associação para a Valorização e Promoção do Aeroporto de Santa Maria, em coorganização com a APEF - Associação Portuguesa de Estudos Franceses, o ILCML - Instituto de Literatura Comparada Margarida Losa, da Universidade do Porto e a Universidade dos Açores, levou a efeito, nos dias 10 e 11 de Setembro de 2015, um colóquio internacional subordinado ao tema “Aviadores-Escritores, Escritores-Aviadores”.

 

Este evento teve como cenário um local emblemático pelo seu papel essencial na História da aviação transatlântica e pela sua localização geográfica privilegiada: a ilha de Santa Maria.

 

O colóquio teve como objetivo reunir investigadores de várias nacionalidades em torno da relação entre a aviação e a literatura. Muitos são os autores que escreveram sobre a navegação aérea, mas poucos foram simultaneamente aviadores e escritores. Quer tenham sido aviadores-escritores (aviadores que ocasionalmente escreveram sobre as suas experiências) ou escritores-aviadores (escritores que se tornaram aviadores), legaram-nos um património inestimável, muitas vezes entre testemunho histórico e ficção, que importa estudar.

 

Este colóquio foi um sucesso, tanto no âmbito académico como no aspecto social e turístico. Contou com vinte e três comunicações de académicos e outros pares de sete diferentes países dos dois lados do Atlântico Norte, sendo que outros mais não puderam chegar aos Açores por falta de financiamento na sua origem.

No aspeto social, tivemos a oportunidade de firmar os Açores, e Santa Maria em particular, como a Universidade Aeronáutica que sempre foi, trazendo à discussão os assuntos relacionados com a aviação, agora sob a perspectiva literária, constituindo a adesão que teve prova da sua validade.

 

No perspectiva turística, pudemos contar com um grupo de cerca de 40 elementos, entre participantes e seus acompanhantes, que não só suportaram todas as suas despesas com transportes, hotelaria e restauração, como puderam recorrer a outros serviços prestados nesta ilha, tendo mesmo alguns deles alargado a sua estada.

 

Nesta organização foram fundamentais os apoios do Governo Regional dos Açores, através da DRtu - Direção Regional do Turismo e do Município de Vila do Porto.